quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

O fado

Para quem não sabe eu sou descendente de portugueses, por isso cresci ouvindo minha vó cantando fado, e não é porque é minha avó, mas sua voz é belíssima, pensando nesse fato da minha infância, resolvi falar um pouco do fado.
O fado é cantado por uma pessoa só, conhecida como fadista, acompanhada por uma guitarra clássica, também conhecida como guitarra portugeusa ou simplemente viola( no meio dos fadistas). A origem do fado é atribuida aos Mouros, na chamada conquista cristã, mas não é comprovado historicamente, a origem do fado é de dificil localização geográfica e temporal. Outra hipótese remete para os trovadores medievais cujas canções contêm características que o fado conserva. Assim, nas cantigas de amigo e de amor revelam semelhanças recorrente ao Fado de Lisboa e Coimbra e a crítica política e social tão típica do Fado tem correspondência nas cantigas de escárnio e maldizer.
Uma terceira origem, refere-se ao Brasil, e pasmem, talvez o famoso fado português tenha saído dos nosso portos para os portos de Lisboa, através da forma Ludum, música cantada pelos escravos brasileiros e reproduzidas provavelmente pelo marinheiros que na época( 1800) retornavam para Lisboa.
Amália Rodrigues foi considerada a maior fadista de todos os tempos, Tornou-se conhecida mundialmente como a Rainha do Fado e, por consequência, devido ao simbolismo que este gênero musical tem na cultura portuguesa, foi considerada por muitos como uma das suas melhores embaixadoras no mundo. Aparecia em vários programas de televisão pelo mundo fora, onde não só cantava fados e outras músicas de tradição popular portuguesa, como ainda canções contemporâneas (iniciando o chamado fado-canção) e mesmo alguma música de origem estrangeira (francesa, americana, espanhola, etc.). Marcante contribuição sua para a história do Fado, foi a novidade que introduziu de cantar poemas de grandes autores portugueses consagrados, depois de musicados Teve ainda ao serviço da sua voz a pena de alguns dos maiores poetas e letristas seus contemporâneos, como David Mourão Ferreira, Pedro Homem de Melo, etc. ( fonte: Wikipédia)

3 Comments:

Adriana said...

Que legal Baby!
tudo na vida tem uma história e essa do fado é interessantíssima

beijos

Du said...

Que interessante, Baby! Eu nunca tinha ouvido falar dela, acredita? aff... Vivendo e aprendendo!

Beijos, minha querida!

Baby said...

Adriana e Du, obrigada pela visita que bom que vcs gostaram o Fazendo a diferença é para informar a cultura e a diversidade que existe não apenas em nosso país mas pelo mundo, beijos