sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Cristovão de Morais

El Rei D. Sebastião ( quando ainda era príncipe e tinha 11 anos de idade - assinada e datada por Cristovão de Morais, por sinal uma das obras que ele assinou e datou: «1565 Christoforus a Morales faciebat».

De Cristóvão de Morais, os historiadores pouco sabem, alguns dados informam que viveu no Século XVI e que sua atividade profissional se deu entre 1551 e 1571, não há registro das datas de nascimento e morte. Seus trabalhos, assim como de muitos outros artistas da época, eram contratados pela realeza.Assim, executado o serviço e efetuado o devido pagamento, o contrato se encerrava e a obra, quase sempre anônima, passava ao patrimônio real.Como não havia relação entre o autor e a obra ficava difícl comprovar sua autoria e os únicos dados que restavam para comprovação eram os recibos de pagamento do trabalho realizado.Assim, pelos recibos, e outras vezes pela relação de verossimilhança, é possível atribuir a Cristóvão de Morais o «Retrato da Infanta D. Maria de Portugal», o «Retrato de D. Sebastião», o retábulo da capela-mor da Igreja da Conceição, em Beja e outros tantos trabalhos. Como curiosidade, há recibos de pagamento pela restauração de «andas» (liteiras) e também pela restauração da cama da rainha D. Catarina. (Fonte http://www.pitoresco.com/portugal/portugal/antiguidade/morais.htm)

2 Comments:

Anônimo said...

Essa minha filhota Vai Longe.
Tuh eh diferente.
Muito bom Teu blog.
Parabens...
Te Adoro

lrpena said...

Minha cara amiga,

cada dia um pouco mais de cultura e de conhecimento. Obrigado pelos momentos de deleite.

Um beijo.