quinta-feira, 15 de novembro de 2007

O 15 de novembro

Capa da edição especial do jornal santista A Tribuna, de 15 de novembro de 1939,comemorativa dos 50 anos da Proclamação da República Acervo: historiador Waldir Rueda


Hoje é feriado nacional, dia da Proclamação da República, eu tenho a impressão que as pessoas não têm muita noção quanto a importância desta data, fala-se do feriado, mas não se pensa no significado do ato histórico que marcou nosso país. Assim, numa tentativa de reduzir a oposição, o ministro Visconde de Ouro Preto elaborou um programa de reformas ( como sempre as famosas reformas) que incluía liberdade de culto, autonomia para as províncias, temporariedade do Senado, liberdade de ensino, entre outras medidas, isto em meados de 1889, para não confundirem com nosso dias porque não percebo muito as diferenças, parecem mediadas atuais não é verdade? e pasmem estas propostas visavam preservar a Monarquia, e como sempre foram vetadas pela maioria conservadora que constituía a Câmara dos Deputados.
O governo imperialista estava perdendo terreno nas suas bases econômicas, militares e sociais e as idéias republicanas não tinham ainda grande penetração popular, o povo não acreditava na monarquia mas também não tinham ideais republicanos, por este motivo não foi um movimento popular ou de participação das massas, o povo só assistiu ( aliás , o povo vivi assistindo as decisões que são tomadas em nosso país sem nenhuma reação), mas precisava-se de um líder republicano, então no Rio de Janeiro, os republicanos pediram ao Marechal Deodoro da Fonseca que liderasse o movimento que substituiria a Monarquia, assim, o golpe militar previsto para o dia 20 de Novembro foi antecipado, com uma falsa notícia(parece que a história foi ontem essas coisas de notícias falsas e bombásticas são muito antigas) que o Marechal Deodoro da Fonseca e Benjamin Constant seriam presos.
O imperador D. Pedro II, estava em Petropólis e retornou ao Rio de Janeiro pensando que o golpe era apenas para substituir o ministério, sendo enganado e forçado a deixar o país.
Para saber mais: http://www.tg3.com.br/proclamacao/

1 Comment:

Catarina Ferreira said...

q legal
vc faz história né?
só pode
pra escrever tanto assim
foi bom ler
pq o feriado passa e a gente nem lembra de nada!
se não fosse esse post, olha q o dia já está acabando!
bye bye
fica na paz!