domingo, 18 de novembro de 2007

Hino à Bandeira Nacional



Hino à Bandeira Nacional


Letra: Olavo Bilac
Música: Francisco Braga


Salve, lindo pendão da esperança,

Salve, símbolo augusto da paz!

Tua nobre presença à lembrança

A grandeza da Pátria nos traz.


Recebe o afeto que se encerra

Em nosso peito juvenil,

Querido símbolo da terra,

Da amada terra do Brasil!


Em teu seio formoso retratas

Este céu de puríssimo azul,

A verdura sem par destas matas,

E o esplendor do Cruzeiro do Sul.


Recebe o afeto que se encerra

Em nosso peito juvenil,

Querido símbolo da terra,

Da amada terra do Brasil!


Contemplando o teu vulto sagrado,

Compreendemos o nosso dever;

E o Brasil, por seus filhos amados,

Poderoso e feliz há de ser.


Recebe o afeto que se encerra

Em nosso peito juvenil,

Querido símbolo da terra,

Da amada terra do Brasil!


Sobre a imensa Nação Brasileira,

Nos momentos de festa ou de dor,

Paira sempre, sagrada bandeira,

Pavilhão da Justiça e do Amor!


Recebe o afeto que se encerra

Em nosso peito juvenil,

Querido símbolo da terra,

Da amada terra do Brasil!

2 Comments:

Luiz Lailo said...

Nesta semana por aqui está bem embandeirado. Não me animei a postar nada sobre o assunto. Só comentei num blog aí sobre as duas mil bandeirolas que o Cristovam Buarque fincou em frente ao Congresso com a inscrição EDUCAÇÃO É PROGRESSO ao invés de ORDEM E PROGRESSO.

Baby said...

Viva o Cristovam Buarque, deviamos ter mais divulgação sobre atos assim, solitário, mas de efeito, porque a Educação é o Progresso de uma Nação, beijos e obrigada por este presente.